Estrada de Ferro Sorocabana - MR / 20 - Janeiro


MR / 20 - Janeiro {Série Caminhos}

E agora pra onde? Para começar o ano vamos com uma curadoria que privilegiará a microrregiao Sorocabana Paulista! Como já dissemos nossa escolhas de microrregiões nem sempre estão geograficamente desenhadas pelos limites municipais. Entendemos que cultura gastronômica não tem fronteira, tem sim identidade, diferenças e semelhanças e assim continuamos intuitivamente a desbravar e levar até vocês os sabores artesanais do Brasil.
A região que floresceu a partir da construção da EFS (Estrada ferroviária Sorocabana) tem forte ligação com o começo do processo de urbanização do estado, mas com profundas Raízes no rural e na identidade caipira.
CONHEÇA OS PRODUTOS E PRODUTORES DA EDIÇÃO
SANTO CUTELO (Sorocaba) :
Bom, já abrimos as apresentações de nossa cesta de Janeiro com dois produtos absolutamente maravilhosos produzidos pelo Felipe Hakim da @santo.cutelo que há muitos anos já está por aí produzindo iguarias curadas e defumadas. Diretamente de Sorocaba estação final da viagem gastronômica que pretende revelar os sabores da Estrada de Ferro Sorocabana - dentro do nosso novo formato - A Santo Cutelo produziu com exclusividade para o clube dois produtos fora de série:
O já famoso Bacon de Whisky feito com generosas e carnudas porções de cortes suínos especiais, marinada em whisky, temperada e defumada ao ponto da perfeição.
O outro produto é uma linguiça seca, de cura rápida, produzida com 3 pimentas e uma leve defumação ao final.
QUEIJARIA MANCHESTER (Sorocaba):
Sabor regional e terroir próprio,  em lindos queijos maturados repletos de fungos, receitas europeias e homenagem aos povos nativos. A Manchester é uma fábrica de histórias contadas em forma de alimento. Um dos âncoras da nossa curadoria de Janeiro, com muita responsabilidade social e fortíssimo empenho em sustentabilidade produz queijos inovadores sem perder a essência tradicional e para nossa cesta separamos 2 queijos incríveis do seu repertório.
Queijo 1858 - Lá longe, bem longe daqui, vive um povo mais antigo que o nosso! Um povo que tem em sua posse terras mais frias e orvalho mais frequente. Um povo que deu pra nós
parte da nossa cultura, costumes, arquitetura e que está presente diáriamente entre o que hoje podemos chamar de "nosso povo"! chamar de "nosso povo"!
Este povo trouxe para "a agente do queijo" da
escola holandesa. Com tempero muito brasileiro, o 1858 simboliza a união dos brasileiro, a união dos
povos e acima de tudo o respeito a esta povos e a esta exclente escola. Seu aroma amanteigado e textura untuosa desenvolvidos durante 6 meses de maturação fazem jus à homenagem.
Queijo Cocar - Nosso queijo Cocar tem o nome de
um livro de histórias de bravura para vários dos povos indígenas. Com 60 dias de maturação, o Cocar trás o corante natural de urucum em sua composição. O mesmo utilizado por diversas culturas  indígenas para a culinária, artes e pinturas corporais de guerra. pinturas corporais de guerra. Nosso fermento aqui tem bactérias selvagens, rebuscando as raízes. Em sua casca, mofos diversos dão um toque especial de sabores e aromas. Dentre estes mofos, uma pincelada de mofos verdes, que junto ao amarelado da massa do Cocar compõem as cores da bandeira compõem as cores da bandeira brasileira.
FERMENTARIA LOCAL (Jarinú)
A hora chegou! A meses observamos e babamos nas criações da @fermentarialocal sem conseguir de algum modo incluir uma de suas criações em nossas cestas devido ao nosso conceito regional de curadoria a cada edição, mas finalmente na edição de janeiro conseguimos, pensando na transversalidade do conceito “série caminhos” que escolhemos para o ano. A Fermentaria local é uma cervejaria muitíssimo jovem, que recentemente conquistou seu registro fabril e fica em jarinú, produzindo rótulos foçados em estilos europeus, de fermentação selvagem, aberta e maturação em barris. Cervejar realmente muito fora da curva. Com fortíssimo laço com produtores locais usando de meles, a lúpulo produzido localmente.
A cerveja escolhida para a edição é uma lindíssima garrafa de 750ml da Saison Caipirinha que com uma delicada e belíssima dá-se de saison tem na inusitada receita raspas de limão e é envelhecida em barris de amburana muitíssimo usados para maturar cachaças. Conferindo toda uma identidade regional.
15 COFFEE COMPANY (Sorocaba) / ALINE CODO 
Café do bom sempre fez parte do mix de produtos da nossa curadoria e aí vem mais um notável!
Convidamos o pessoal da @15coffeecompany para escolher e torrar o café da edição. A 15 é uma microtorrefação e cafeteria de cafés especiais que promove a cultura do café em Sorocaba. Com produção de cafés especiais no Sul de Minas e a curadoria de grãos de pequenos produtores, buscam muito mais do que qualidade, transparência e respeito à cadeia do café: buscamos histórias e conversas verdadeiras, sempre com uma xícara de café nas mãos.
Para o clube um café de altíssimo nível - microlotes que costuma ser 100% exportados. Conheçam o café de @alinecodo_coffeegrower : Aline Codo de Faria,  4a geração de produtores de cafés. Formada em Engenharia de Telecomunicações, deixou o mundo corporativo e  fez o caminho de volta a suas origens e estruturou o  projeto de cafés especiais para Fazenda Coqueiros. Em 2020/21 fez o envio das primeiras sacas de cafés para Alemanha, Canada,  Polônia e Bosnia.
PÉ DO MORRO (Cabreúva)
Ao pé do morro queijos maravilhosos que fazem parte da história do Cateto, mais que produtos ali naquele pedacinho de cabreúva temos amigos! A @pedomorro_japi é uma nano queijaria tocada por gente muito competente que produz uma enorme variedade de queijos de leite de vacas jersey que pastam pelas colinas do sítio e de vizinhos.
Entre os destaques da linha de produção está o queijo escolhido para a cesta, o PIAZINHO.
O Queijo Piazinho Pé do Morro é um queijo de casca lavada, massa mole e sabor bem intenso. Possui uma coloração alaranjada típica do seu processo de maturação em torno de 5 semanas.
FRELLINI SALUMIFÍCIO (Sorocaba)
Salumeria italiana direto de Sorocaba para a cesta de janeiro! Do sonho de dois cunhados/amigos/irmãos , nasceu a Frellini Salumifício. A paixão pela cozinha e o desejo de levar um pouco do tempero das nossas vidas das receitas guardadas a sete chaves e passada de geração para geração até as pessoas motivou a criação da marca e dos produtos. Salgar ,curar , defumar e embutir. A arte de transformar simples pedaços de carne em produtos de qualidade Premium. Como Prosciuttos , pancettas e salames. Produzidos em pequena escala , os embutidos da Frellini exigem carinho, cuidado e muita paciência.
Para a cesta de janeiro 3 produtos - duas charcutarias é um molho de pimenta.
Lombo apimentado defumado e fatiado. Delicado e saboroso corte suino magro tratado com cura e leve defumação entrega um sabor sútil.
Linguiça Calabresa defumada de receita da casa com muito sabor ítalo-brasileiro.
E por último um molho de pimenta produzido com dedo de moça defumada.
Descobri mais caminhos e sabores mês a mês - Alimente corpo e alma com histórias e sabores únicos.